jeudi 30 janvier 2014

Leituras paralelas (19)


Não há amor ilegítimo.


Vicente Huidobro, Mágica,
trad. Ricardo Marques, 
Lisboa: Língua Morta, 2011


*


PARÁBOLA


Não há amores malditos

Há poder leis hábitos
erro espanto astúcia
impotências normas mentira
angústia domesticação comércio
cobardia e calamidade

Não há amores malditos


Félix Grande, 1937 - 30/01/2014
[Trad. Inês Dias]

Aucun commentaire:

Enregistrer un commentaire