mardi 7 janvier 2014

Leituras paralelas (18)


Quando o Inverno começa nas mãos
quentes e sujas um cheiro a laranjas
arde no ar como coisa que chora
ao sol calmo da festa.


- SANDRO PENNA
[Trad. de Maria Jorge Vilar de Figueiredo]





EPISTROPHÉ


O cheiro a laranja nas gotas de frio,
sob o sol do inverno.

O sabor da terra ao levantar-me.


- ABRAHAM GRAGERA
[Trad. e fotografia de Inês Dias]

Aucun commentaire:

Enregistrer un commentaire