samedi 9 mars 2013

Leituras paralelas (6)

A minha escolha é Matière et mémoire: essai sur la relation du corps à l’esprit (1896), de Henri Bergson.
 
 

  
Trata-se de um belo texto que procura a supressão do aborrecido dualismo entre corpo e espírito. A matéria seria um conjunto de imagens, entendendo a imagem como uma certa existência que vai além do idealismo de uma representação e que é menos do que uma coisa. Por outras palavras, a imagem situa-se entre a representação e a coisa. Esta afirmação é interessante. E é neste espaço que tudo verdadeiramente acontece. A relação do corpo afectado pela imagem. O cérebro faz parte do mundo material. A matéria seria o conjunto de imagens; a percepção da matéria seria essas mesmas imagens reportada à acção possível de certa imagem determinada: o meu corpo. Corpo e espírito. Um não é, não pode ser, sem o outro.


Isabel Nogueira
 

Aucun commentaire:

Enregistrer un commentaire