samedi 9 février 2013

FELICIDADE


Este é o último poema antes de Cristo
Regressar ao albergue nocturno

Roubo e dou o que tenho
Para ter o que não é pouco

Usar os teus chinelos
E sair à noite da tua cama.



João Almeida
in Telhados de Vidro n.º17,
Lisboa: Averno, Novembro de 2012

Aucun commentaire:

Enregistrer un commentaire