vendredi 21 décembre 2012

Hoje à tarde (18h):

Leitura de poemas 
de FERNANDO ASSIS PACHECO
por NUNO MOURA


LÍRICA DE PARDILHÓ


Então acordo e sinto a meu lado
o esplendor tranquilo
da amada que respira
adormecida deitada sobre o flanco
vertendo a prata dum sorriso

nas ravinas da noite
esferas cantam a alegria
é um sítio de grama rociada

e passam horas
durante as que da rua
ouvindo vozes turvas
eu ficarei teimando
na claridade a todo o preço

de que me falam as aves


- Fernando Assis Pacheco

Aucun commentaire:

Enregistrer un commentaire