samedi 30 juin 2012

Domingo, 1 de Julho

 
Às 17h30,
conversa e leitura de poemas
em torno de António José Forte.

vendredi 29 juin 2012

LEITURA(S)

JOHN MATEER no Paralelo W:

Em revista/livros.

E amanhã (sábado), às 17h30, ao vivo,
acompanhado por Miguel Martins.

samedi 23 juin 2012

EXPOSIÇÃO


 Já nas paredes, os manuscritos de:

 Abel Neves
 Alexandre Sarrazola
 A. Maria de Jesus
 António Barahona
 António Manuel Pires Cabral
 Emanuel Jorge Botelho
 Fátima Maldonado
 Gil de Carvalho
 Helder Moura Pereira
 Inês Dias
 Jaime Rocha
 José Alberto Oliveira
 José Carlos Soares
 José Miguel Silva
 Levi Condinho
 Luís Filipe Parrado
 Luis Manuel Gaspar
 Luís Pedroso
 Manuel de Freitas
 Marta Chaves
 Miguel de Carvalho
 Miguel Martins
 Paulo da Costa Domingos
 Renata Correia Botelho
 Ricardo Álvaro
 Rui Azevedo Ribeiro
 Rui Caeiro
 Rui Miguel Ribeiro
 Tiago Araújo
 Vítor Nogueira
 Vitor Silva Tavares.

 E ainda vão chegar mais...

jeudi 21 juin 2012

mercredi 20 juin 2012

A MÃO AO ASSINAR ESTE PAPEL

A mão ao assinar este papel arrasou uma cidade;
cinco dedos soberanos lançaram a sua taxa sobre a respiração;
duplicaram o globo dos mortos e reduziram a metade um país;
estes cinco reis levaram a morte a um rei.

A mão soberana chega até um ombro descaído
e as articulações dos dedos ficaram imobilizadas pelo gesso;
uma pena de ganso serviu para pôr fim à morte
que pôs fim às palavras.

A mão ao assinar o tratado fez nascer a febre,
e cresceu a fome, e todas as pragas vieram;
maior se torna a mão que estende o seu domínio
sobre o homem por ter escrito um nome.

Os cinco reis contam os mortos mas não acalmam
a ferida que está cicatrizada, nem acariciam a fronte;
há mãos que governam a piedade como outras o céu;
mas nenhuma delas tem lágrimas para derramar.


Dylan Thomas, A mão ao assinar este papel,
trad. Fernando Guimarães, Lisboa: Assírio & Alvim, 1990

jeudi 14 juin 2012

Domingo, 17 de Junho


Este domingo, às 17h,
vamos lembrar, ouvir e ver João César Monteiro.

mardi 5 juin 2012